Adiamento do Vestibular de Inverno 2020 da UEPG



Vestibular é adiado devido ao surto de Coronavírus.

A pandemia do Corona Vírus (Covid-19) continua forçando diversas instituições de ensino a suspenderem, adiarem ou cancelarem aulas, eventos e vestibulares. Na última quarta-feira (25) foi anunciado que o tradicional vestibular de inverno da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), no Paraná, será suspenso após decisão da Coordenadoria de Processos de Seleção em conjunto com a Reitoria da instituição.

As inscrições para o vestibular estavam previstas para o mês de abril e as provas ocorreriam no mês de julho, entre os dias 5 e 6. A universidade anunciou também que os processos serão remarcados e as novas datas serão informadas em breve através do Manual do Candidato que será publicado no site da instituição de ensino. Outras informações sobre o vestibular dos cursos a distância (EaD) oferecidos para o segundo semestre de 2020 também serão divulgadas.



Uma das preocupações dos graduandos e pós-graduandos da universidade é o cumprimento do calendário acadêmico da instituição. As aulas suspensas precisarão ser repostas em algum momento durante o período letivo.

Outras datas permanecem inalteradas

Mesmo com o adiamento do vestibular de inverno, a Universidade Estadual de Ponta Grossa manteve em aberto o Processo Seletivo Seriado (PSP) que este ano possuirá dois prazos de inscrição: o primeiro até o 30 de março e o segundo para ocorrerá no mês de agosto. As provas para esta modalidade serão realizadas em agosto.



O vestibular de verão também manteve suas datas, pois costuma ocorrer no final do ano. Qualquer atualização sobre processos seletivos e retorno das aulas serão divulgados no site oficial da UEPG (https://www.uepg.br/)

A Universidade Estadual de Ponta Grossa possui conceito 4 no MEC e oferece cursos de graduação nas áreas de ciências exatas, humanas, sociais, biológicas e agrárias e pós graduação, sendo Latus Sensu ou PIBIC.

Aulas ainda suspensas

Devido ao Covid-19, as aulas regulares na UEPG estão suspensas, assim como em diversas outras instituições públicas e privadas em todo o país. A decisão foi tomada pelo governo com o intuito de evitar a proliferação do vírus e o aumento de pessoas contaminadas, podendo levar ao colapso do sistema público de saúde.

Sugestões de atividades online

Para evitar que os alunos não fiquem totalmente parados, a instituição sugeriu em seu site algumas atividades online para fazer durante o período distanciamento social indicado pelo governo federal. Dentre as atividades, há indicações de visitas virtuais a museus, minicursos, palestras e podcasts, todos em diversas áreas do conhecimento. Também divulgou alguns links de pocket shows que ocorrem na rede social Instagram.

UEPG contra o Corona Vírus

A universidade, através da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em conjunto com o Governo do estado do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, está auxiliando no combate ao Corona Vírus através de recolhimento de doações ao hospital universitário. A instituição também abriu processo de contratação de profissionais e estudantes da área de saúde que desejarem auxiliar no programa de combate. Estima-se que seja investido R$ 8 milhões de reais.

Casos confirmados no estado

Até a última quinta-feira (26), de acordo com os dados divulgados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), os casos de Covid-19 no estado do Paraná totalizavam 106, além dos 3.487 suspeitos que estão sob investigação. Dos 106 casos, Curitiba lidera com 66 e a cidade de Ponta Grossa, onde fica a instituição, encontra-se com 3 casos confirmados da doença.

É importante que as pessoas prossigam com o afastamento social o máximo possível, evitar aglomerações e mantar a higienização das mãos: lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, utilizar álcool em gel, evitar levar as mãos aos olhos, boca ou nariz. A principal preocupação é a contaminação de pessoas do grupo de risco, como idosos, diabéticos, crianças, grávidas, hipertensos e pessoas com problemas respiratórios. Seguir todas as orientações possibilita controlar adequadamente a quantidade de pessoas infectadas e seu devido tratamento.

Joseildo Henrique da Conceição

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *