Cursos Técnicos são ótimas opções para jovens





Muitos jovens chegam num determinado momento da vida em que se sentem confusos e perdidos, ainda mais a maioria que não conta com o apoio direto dos familiares nas escolhas que farão relacionadas ao seu futuro profissional.

Sentem-se pressionados por questões financeiras a ingressar no mercado de trabalho para ajudar a família, ou, mesmo que não tenham a necessidade de ajudar a família, querem entrar no mundo do consumo e ter seu próprio dinheiro, o que torna tudo mais fácil.




Apesar dessas questões, muito jovens, independente de classe social, decidem não estudar mais. Terminam o ensino médio e arrumam um emprego e acham que a vida está definida. Triste quem pensa assim! A vida oscila, empregos se perdem e cada vez mais, somente os mais preparados conseguem se manter efetivamente ativos no mercado.

Para os que não desejam cursar uma faculdade, embora seja altamente recomendado que o façam, é importante que tenham em mente que devem ter uma profissão, senão ficarão sempre a mercê de subempregos e das oscilações do mercado, que são frequentes. Estarão sujeitos aos empregos de temporada, que pagam mal e na maioria das vezes exploram o trabalhador.


Terminou o ensino médio? Faça um curso técnico. Existem cursos nas mais diversas áreas, assim como as faculdades. Tem cursos nas áreas de humanas, exatas e de saúde. Na área de exatas você pode fazer um curso técnico de Química, caso tenha afinidade com os números. É uma boa profissão e diversos tipos de indústria contratam esses profissionais.

Caso você goste de ambiente de escritório, você pode cursar técnico em Administração. Trabalhará dentro de escritórios nos ramos mais variados das empresas.

Na área de saúde você pode cursar Técnico em Enfermagem, pois hospitais e clínicas existem no país inteiro. E tendo uma profissão de curso técnico, você será melhor remunerado, um profissional mais valorizado e com chances de sempre se manter na ativa no mercado de trabalho. E quem sabe, tome gosto pela profissão e curse uma faculdade na área.

Por Luciana Viturino



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *