Programa Vale-Universidade – Inscrições



Quem quiser participar do processo seletivo Vale-Universidade deverá ficar atento ao prazo de inscrição, ele inicia no dia 4 de fevereiro e ficará em aberto até o dia 4 de março. Para se inscrever o interessado precisará acessar o endereço eletrônico www.sedhast.ms.gov.br.  

O Programa Vale-Universidade tem como principal meta oferecer ao jovem universitário a oportunidade de melhorar a sua formação acadêmica. O Programa é voltado para estudantes de baixa renda e através dele o jovem poderá conseguir um benefício social para que seja viável a sua formação profissional.



No Vale-Universidade o Estado paga 70% e a instituição de ensino fornece 20% de desconto, assim o estudante deverá pagar apenas 10% e o jovem terá 90% de incentivo. A realização do Programa Vale-Universidade está sendo executado e regulado pela Superintendência de Projetos Especiais, a Suproes, ela é vinculada à Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, conhecida como Sedhast. 

Logo após a recepção das inscrições dos interessados, haverá a classificação preliminar dos candidatos. Os estudantes pré-selecionados terão os seus nomes divulgados na lista de aprovados no endereço eletrônico da secretaria e nas instituições conveniadas ao Programa. A publicação dos aprovados também deverá informar quando, em que horário e onde os estudantes deverão se apresentar para efetuar a matrícula. 



Para participar do processo seletivo é necessário que o interessado possua uma renda no valor máximo de R$ 1.448,00 e a renda familiar também não deverá superar R$ 2.896,00, outra condição necessária é que o interessado esteja regularmente matriculado numa instituição de ensino superior e curse uma graduação no Estado do Mato Grosso do Sul em um centro de educação conveniado ao programa. O interessado não poderá possuir nenhuma graduação concluída. Além dessas exigências, o estudante não poderá possuir registro de reprovação em nenhuma disciplina até a data de inscrição no processo seletivo. 

Os classificados deverão realizar estágio cumprindo uma carga horária de 20 horas por semana, o horário do estágio não poderá influenciar nos horários de aula. O estágio terá duração de seis meses, no entanto o contrato poderá ser renovado no máximo até a data término do curso, pelo trabalho o governo oferece 70% de custeio do valor mensal do curso, a quantia máxima a ser paga pelo governo é de um salário mínimo. Quem estiver cursando a graduação numa Universidade pública, o valor a ser recebido como benefício social será similar ao benefício recebido por estudantes da rede privada. 

Por Melina Menezes

Outros Conteúdos Interessantes

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *