Vestibular Unicamp 2020 – Locais de Prova 1ª Fase





Confira aqui o ensalamento para as Provas da 1ª Fase do Vestibular da Unicamp 2020.

A Universidade Estadual de Campinas é, sem sombra de dúvidas, uma das mais influentes universidades do Brasil. E para esse ano, a prova para o seu processo seletivo acontecerá no dia 18 de novembro. No último dia 25, foram divulgados os locais onde as provas serãoo aplicadas. Segundo o portal da Universidade, as informações sobre o local e a prova serão enviados para os alunos candidatos.

Além das cidades do estado de São Paulo, a UNICAMP estará aplicando os exames em cinco outras capitais, Curitiba, Salvador, Brasília, Fortaleza e Belo Horizonte. Fora das capitais e dentro do estado de São Paulo, 29 cidades receberão candidatos para fazer as provas, como Valinhos, Sorocaba, Sumaré, São Paulo, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São João da Boa Vista, São Bernardo do Campo, São Carlos, Santos, Ribeirão Preto, Santo André, Presidente Prudente, Osasco, Piracicaba, Mogi Guaçu, Marília, Mogi das Cruzes, Limeira, Indaiatuba, Jundiaí, Guarulhos, Franca, Guaratinguetá, Campinas, Botucatu, Bragança Paulista, Bauru e Araçatuba.




Para esse ano, o Campus reservou aproximadamente 2,5 mil vagas para 69 cursos, um pouco menos do que no ano passado, já que essas vagas são apenas relacionadas ao vestibular. A partir desse ano, 20 por cento das vagas serão cedidas para os candidatos com melhores notas do ENEM. Os números revelam um total de 76.312 candidatos. Os cursos mais concorridos são os de medicina, que possui 325 candidatos por vaga, arquitetura e urbanismo com 87 candidatos por vaga, ciências biológicas com 60 candidatos por vaga, ciência da computação com 40 candidatos por vaga, e comunicação social com 49 candidatos por vaga.

Como é a prova?

A prova conta com 90 questões de múltipla escolha, de forma a serem sobre inglês, química, biologia, física, sociologia, filosofia, geografia, matemática, história, lingua portuguesa e literaturas da lingua portuguesa. A prova conta, ainda com questões interdisciplinares. Cada unidade curricular possui de 7 a 13 questões, com quatro opções de escolha para cada questão.


As obras literárias a serem cobradas esse ano reúne os sonetos de Luís de Camões, o disco Sobrevivendo no Inferno, do grupo de Rap Racionais MS's, os poemas do livro A Teus Pés, de Ana Cristina Cesar, o conto de Guimarães Rosa , Sagarana, e O Espelho, de Machado de Assis, a obra de teatro de Dias Gomes, O Bem Amado, Os romances de Júlia Lopes de Almeida, A Falência, de Érico Veríssimo, Caminhos Cruzados, e de José Saramago, História do Cerco de Lisboa, o diário de Nelson Rodrigues, A Cobra Vadia, e os sermões de Padre Antônio Vieira.

A segunda fase acontecerá nos dias 12 e 13 de janeiro. A prova contará com duas provas dissertativas e cinco horas para fazer as provas. No primeiro dia serão 8 questões de Portugues, duas questões de língua estrangeira, inglês, e uma redação. No segundo dia, serão 6 questões de matemática, 2 de ciências humanas e interdisciplinares, 2 questões de ciências da natureza, e 12 questões específicas, relacionadas ao curso do candidato.

Sobre os horários e o que levar

As salas estarão disponíveis a partir das 12h, horário de verão. A prova será aplicada às 13, então é importante chegar ao local com antecedência. Para as cidades que não tem horário de verão, é importante ficarem atentos, pois o horário que estará valendo é o de Brasília.

Para entrar na sala, o candidato deverá levar identidade original, indicada na inscrição, caneta preta, feita de tbo transparente, lápis e borracha. Réguas transparentes e Compassos serão permitidos. Aparelhos eletrônicos, como celulares e relógios digitais, corretivos liquidos, lapizeira, entre outros não serão permitidos. O participante poderá usar o relógio para controlar o tempo, desde que este esteja do lado da carteira. Alimentos como água, suco e doces serão aceitos.

DAVI GABRIEL SOARES



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *